terça-feira, 8 de junho de 2010

Jovens: "Perguntai pelas veredas antigas"


Ciro Sanches Zibordi


Qualquer super-pregador ou cantor-ídolo da atualidade diria a um auditório repleto de jovens: “Avance! Acredite nos seus sonhos! Prossiga! Você nasceu para vencer! Não volte atrás”. Entretanto, como eu sou assumidamente “do contra”, a minha mensagem neste artigo destinado à juventude cristã é: “Volte, retroceda enquanto há tempo”. E vou me basear em Jeremias 6.16:
“Ponde-vos no caminho, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele, e achareis descanso para as vossas almas”.

Você já percebeu como muitos jovens cristãos preenchem os seus vazios com elementos do mundo? Estimulados por líderes sem compromisso com a Palavra de Deus — os quais negociam o inegociável —, identificam-se mais e mais com os padrões mundanos (Rm 12.1,2; 1 Jo 2.14-17). O que o torna diferente da juventude descrente, caro jovem? Piercing? Tatuagem? Dança? Visual descolado? Shows? Baladas gospel? Estilos musicais como rap? Aliás, a “cançaum” gospel do momento é um rap que diz:
“Não seja tolo, otário; por que estás assim? Você é responsável por tua vida estar ruim; não dê mais mole pro inimigo pra te acusar; abre a tua boca e comece a cantar... Eu não vou dar bandeira, seguirei até o fim... Ele te chamou pra ser mais que vencedor”.

Bem, era uma vez um rei chamado Ezequias... No seu reinado, ele perguntou pelas “veredas antigas”. Sabe o que aconteceu? Ninguém pensou em empregar inovações no louvor a Deus, pois os levitas foram orientados a ficarem em pé com os instrumentos de Davi (2 Cr 29.26). Ninguém usou novos instrumentos, mas “os instrumentos de Davi”!
“Então, o rei Ezequias e os maiorais disseram aos levitas que louvassem ao SENHOR com as palavras de Davi e de Asafe... E louvaram com alegria, e se inclinaram, e adoraram” (2 Cr 29.30). Além dos instrumentos, os levitas empregaram “as palavras de Davi e de Asafe”! Mas, sabe de uma coisa? Os “levitas” de hoje preferem o mundo! Eles não querem perguntar pelas “veredas antigas”. Quais são os CDs do momento, os que mais atraem a “moçada”? São os que apresentam “akela cançaum” de auto-ajuda... Não estou dizendo que todos os “hinos” da atualidade são antibíblicos. Mas tente encontrar algum que fale do sacrifício de Jesus na cruz, da sua ressurreição, da sua vinda ou pelo menos um que glorifique a Deus.
Os jovens têm ojeriza da Harpa Cristã, de outros hinários tradicionais e de composições um pouco mais antigas. Hoje, em nome da “contextualização”, hinos que enaltecem as verdades da Bíblia são rejeitados! A preferência é pelos “hinos” que, numa linguagem contemporânea, desafiam e xingam o Diabo ou deixam a “galera” de “alto astral”.Um dos hinos “ultrapassados” que alegram o meu coração tem a seguinte letra:
“Meus pecados levou na cruz onde morreu o sublime e meigo Jesus; os desprezos sofreu, a minh‘alma salvou e mudou minhas trevas em luz”.
Você pode estar pensando: “Que canção down, que coisa mais careta, brother. Ih, nunca mais vou entrar neste blog... Esse cara pirou geral”. Não, não vá embora, por favor... “Ouça-me” mais um pouco... Sabe o que diz a Bíblia, em Provérbios 24.21?
"Teme ao Senhor, filho meu, e ao rei, e não te entremetas com os que buscam mudanças". 
Eu sei que a sua geração prefere ouvir o “som dos adoradores”, que, na verdade, são canções humanistas, que falam de “sonhos” ou desafiam o Inimigo, e num ritmo pra lá de dançante... Sei também que não apenas as letras triunfalistas o prendem; você se “amarra” num estilo musical tipo dance, aprecia um soul, um hip-hop, não é mesmo?
No fundo, no fundo, não é bem a adoração que atrai você, e sim o som, a batida, o agito, a galera vibrando e gritando... É isso que preenche a “moçada” de hoje. Quase ninguém está disposto a renunciar-se a si mesmo para seguir a Cristo (Lc 9.23), nem a deixar as suas preferências pessoais... E, como as gravadoras sabem disso, continuarão investindo nesse tipo de “cançaum” parecida com as mundanas... Não se iluda pensando que letras supostamente cristãs purificam estilos impróprios para o louvor.Você pode não dar crédito a este quase solitário defensor das “veredas antigas”, mas precisa reconquistar o que perdeu. Sabia que há alguns anos os jovens, em vez de passarem a noite dançando e jogando conversa fora em uma balada gospel, preferiam participar de uma vigília, orando e estudando a Bíblia? Volte, volte, volte, jovem! Pergunte pelas "veredas antigas"!


Há alguns anos, não havia espaço para shows! Infelizmente, os grupos e cantores se contaminaram pelos interesses comerciais e pela fama, deixando de lado a verdadeira adoração! Mas tente acompanhar os passos de Jesus... Se o Mestre vivesse hoje, aprovaria o que chamam de “adoração profética”, “adoração extravagante” ou “louvor sem limites”? Você acha mesmo que Ele participaria de uma balada gospelEsse distanciamento das “veredas antigas” começou de maneira moderada, timidamente, e hoje ocorre a passos largos. Nas baladas gospel, com o incentivo de líderes inescrupulosos, as meninas já dançam até ao chão! São moças que se dizem salvas, porém dançam como as freqüentadoras de bailes funk, sob olhares petrificados dos "santos" meninos... Você pode pensar que sou um pastor desatualizado, extremista, que não aceita inovações. Pense o que quiser! Mas eu só tenho 37 aninhos... e também gosto de diversão, de um bom papo e de outras coisas que empolgam a “moçada”. Contudo, o que deve prevalecer não é o que eu e você gostamos de fazer, e sim a vontade do Pai que está nos Céus (Mt 7.21,22). Como disse Paulo, caro jovem, “é já hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé” (Rm 13.11). E ainda: “Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá” (Ef 5.14). Pergunte, pois, pelas “veredas antigas” e ande pelo bom caminho! Volte! Só assim você encontrará o verdadeiro descanso para a sua alma. Acredite!



(texto escrito em 15/11/2007 por Ciro Sanches Zibordi, pastor da Assembleia de Deus no Rio de Janeiro e editor do [Blog do Ciro].)

Que Deus nos ajude a ser ADORADORES REVERENTES.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...